Valorização de exemplares e pista movimentada marcam Remate Braford Estância do Sossego

Realizado no sábado, dia 10 de outubro, o Remate Braford Estância do Sossego marcou mais um importante evento desta temporada de negócios. Com a chancela da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), o evento colocou em pista 60 touros e 80 fêmeas.

Antes de iniciar o remate, o leiloeiro Cláudio Gasperini, realizou uma reflexão do atual cenário do agronegócio brasileiro. “Indiscutivelmente o agronegócio está em uma crescente constante, buscando e abrindo, cada vez mais, novos mercados. Isso traz a certeza ao produtor brasileiro de um horizonte muito melhor para que possamos alimentar o mundo, pois é essa a vocação do Brasil, sem a menor dúvida. E falando em seleiro, falamos em proteína vermelha e em toda a qualidade de carne que a raça Braford é capaz de imprimir ao plantéis do Brasil inteiro”, avaliou.

As médias de faturamento ficaram em R$12.989,00 para os touros três anos e R$ 10.692,00 para os reprodutores dois anos. Já as novilhas com cria atingiram média de R$ 11.000,00, nas novilhas prenhas a média ficou em R$ 5.593,00 e as novilhas dois anos sem serviço ficaram com R$ 3.550,00 de média. As terneiras de ano tiveram R$ 4.992,00 de média, e as receptoras com cria ficaram com R$ 6.400,00. O destaque do remate foi para o exemplar tatuagem M328 sendo comercializado por R$ 31.000,00.

Luciano Dornelles, presidente da ABHB e administrador da Estância do Sossego, avaliou médias de forma positivas e destacou o interesse de diversos criadores. “Foi uma noite muito especial, pois realizamos o nosso primeiro remate individual e totalmente virtual. O leilão com certeza atingiu seu principal objetivo de disponibilizar genética de alta qualidade para os produtores. Agradecemos a todos os amigos e clientes que adquiriram nossa genética. Agradecemos também ao Tellechea e Bastos, Central Leilões e ao Cláudio por essa parceria que está iniciando e sem dúvida nenhuma trará muito sucesso e muitos negócios pela frente”.

Texto: Dhésika Vidikin

Ascom ABHB

Deixe uma resposta

Fechar