60 anos de vida

Em 2018 a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) completou 60 anos de atuação em prol da pecuária nacional, mas engana-se quem pensa que a sua história iniciou apenas em 1958. O pontapé inicial desta era de sucesso foi dado há mais de 110 anos, quando o criador Laurindo Teixeira Brasil importou da Argentina o primeiro exemplar da raça Hereford do Brasil. A partir daí foram décadas de dedicação, trabalho e investimentos para tornar essa aposta em uma cadeia que traz benefícios para milhares de famílias em todo o país.

O que há mais de um século foi uma semente de esperança cultivada em solo gaúcho, hoje representa um sólido pilar da economia brasileira, somando mais de 840 mil exemplares das raças Hereford e Braford registrados junto à Associação. A prova de que a qualidade é prioridade para a ABHB, é a busca incansável pela excelência da sua matéria prima, a genética. Com o desenvolvimento da raça Braford na década de 80, o interesse pelo melhoramento genético desses animais só cresceu, e para auxiliar e orientar os produtores nessa jornada, a entidade contou com o apoio do seu corpo de inspetores técnicos credenciados e também com a parceria da Embrapa Pecuária Sul, que possui um dos principais bancos de dados sobre o cruzamento de bovinos do mundo.

Outro fruto desta parceria é a Prova de Avaliação a Campo (PAC), que ocorre até os dias de hoje reunindo reprodutores raças HB oriundos de diferentes criatórios do país sob as mesmas condições climáticas e de manejo nutricional. Ainda com foco na produção de animais melhoradores de rebanho, a ABHB disponibiliza aos seus associados o seu programa oficial de melhoramento genético, o PampaPlus. Os produtores são classificados em um ranking de produção, apresentando ao público os resultados das suas avaliações em cada critério de seleção, o que além de colaborar para o avanço da genética HB, também influencia no valor agregado desses animais.

Essa estrutura aumentou em 1998, com a criação do Programa Carne Pampa, idealizado pela ABHB com o objetivo de aumentar a produtividade dos criadores associados por meio de bonificações oferecidas pelos frigoríficos parceiros, e também com o ímpeto de beneficiar o consumidor final, que na outra ponta do sistema de produção receberia em sua mesa um alimento de qualidade e produzido de forma segura.

Entre as conquistas importantes na trajetória da ABHB a nível internacional, está a criação do Congresso Mundial de Braford, que teve a sua primeira edição em 2003, em Porto Alegre (RS), e reuniu criadores, investidores, pesquisadores e entusiastas da raça de países como Argentina, Uruguai, Austrália e Estados Unidos e também a primeira exportação de sêmen para o Quênia em 2017, o que confere a entidade o título de primeira Associação de raças a enviar material genético para fora do país.

Atualmente, a ABHB dá continuidade aos seus programas e iniciativas de fomento e desenvolvimento das raças, bem como inova e investe em novas ferramentas, visando ampliar a presença da genética HB nas mais variadas regiões do país. Palestras, dias de campo, cursos técnicos e degustações de Carne Certificada Hereford são algumas das ações utilizadas para atingir esse objetivo.

Os resultados surgem em forma de números, como, por exemplo, os da temporada de remates oficiais de 2018, onde mesmo o país atravessando um período de grande instabilidade política e econômica, as médias dos animais e o faturamento total dos eventos foram satisfatórios, sem contar a expressiva participação de criadores das regiões Centro-Oeste e Nordeste do Brasil. A criação de núcleos de criadores HB nessas regiões também contribui para a expansão das duas raças.

Sem dúvidas essas seis décadas foram de muito êxito para a genética HB, e ainda mais para os sócios, criadores, parceiros, entusiastas das raças e colaboradores, que juntos integram e dão vida à Família Cara Branca. Pois só é possível construir uma história vitoriosa e levar qualidade à mesa do consumidor quando se trabalha com pessoas unidas pelo mesmo objetivo, levar as raças Hereford e Braford cada vez mais longe.

Fechar