Teste de Eficiência Alimentar Confirma Qualidade Genética Das Raças HB

Por em 14 de junho de 2019

Foi na tarde da última quarta-feira, dia 12 de junho, que os sócios e criadores das raças Hereford e Braford conheceram, durante o Dia de Campo, os animais campeões do Teste de Eficiência Alimentar (TEA). Realizada pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) em parceria com a Embrapa Pecuária Sul, a atividade, que foi realizada na sede da Embrapa, em Bagé (RS), contou com uma intensa programação de explanações e debates.

Com o objetivo de apresentar os resultados alcançados com o TEA, discutir novas propostas, tirar eventuais dúvidas e ouvir sugestões dos criadores que já participaram da prova, o evento foi conduzido pelo Presidente do Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da ABHB, Aldo José Tavares dos Santos.

“Estamos extremamente contentes, pois conseguimos ver a vontade dos produtores em ampliar, divulgar e valorizar ainda mais a prova, que é uma ferramenta de alicerce genético muito importante para o desenvolvimento das raças no País e no mundo”, pontuou o dirigente, que deu início as atividades apresentando o resultado do Teste.

Confirmando mais uma vez a qualidade genética HB, o vencedor do Teste, na raça Hereford, foi o touro tatuagem PO372, da Estância Nossa Senhora Auxiliadora, de Bagé (RS). O animal apresentou um ganho médio diário (GMD) de 1,460 kg e conquistou a classificação elite.

“É uma realização pessoal e profissional que mostra décadas de serviço desenvolvido a campo.  Tanto a PAC como o TEA representam um ideal de trabalho, ou seja, uma projeção de eficiência, adaptação e superioridade de quem cria e se dedica às nossas raças”, afirmou Pedro Brasil, proprietário da Estância

O segundo lugar foi para a Fazenda Santa Tereza, de Camaquã (RS), com o exemplar tatuagem M2574. Na terceira colocação o destaque foi a Estância do Bolso, de São Gabriel (RS), com o animal de tatuagem R087.

Na raça Braford o primeiro lugar foi para a Estância Guatambu, de Dom Pedrito (RS), com o touro S3015. O grande vencedor totalizou GMD de 1,357 kg e também garantiu a classificação elite.  “Venho sempre repetindo que a nossa seleção de rebanho é baseada em características de produção e isso se apresenta na prova da PAC e do TEA”, sintetizou Valter Pottër, proprietário da Estância Guatambu. Ele ainda referendou a qualidade da Prova, uma ferramenta importante de seleção de reprodutores HB. “Uma prova de ganho de peso, aliada a conformação, área de lombo e agora também com eficiência alimentar, reflete em um rebanho selecionado. Sem dúvida a prova traz grandes resultados para o criador”.

A segunda colocação na raça Braford ficou com o exemplar 476, da Agropecuária Rincão da Figura, localizada em Dom Pedrito  (RS). Já o terceiro lugar foi para a Fazenda Santa Prenda, de Bagé (RS), com o animal de tatuagem V185.

Após a apresentação dos resultados do Teste, o pesquisador em genética e Melhoramento Animal, Marcos Yokoo, e a pesquisadora em Nutrição Animal, Renata Martins, falaram sobre a metodologia do Teste de Eficiência Alimentar (TEA), manejo e os aspectos nutritivos da avaliação. Na sequência o Coordenador da Prova de Avaliação a Campo (PAC), Roberto Collares, junto com o Presidente do CDT, realizaram um debate com os criadores sobre implementação e inovações para o Teste.

“Conversamos bastante sobre melhorias da prova, não só da questão física e estrutural, mas principalmente em aspectos de avaliação genética. Buscamos saber o que o mercado está desejando e o que os criadores estão querendo dos seus animais, para que assim a Embrapa e a ABHB, através de suas equipes técnicas estabeleçam a régua de avaliação dessa genética”, afirmou Collares.

As atividades foram encerradas nos campos da Embrapa, onde os criadores puderam conferir o desempenho dos animais participantes do teste.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »