Nacional de Corrientes: comitiva brasileira presente em mais uma Exposição Braford da Argentina

Por em 3 de junho de 2018

Comitiva brasileira capitaneada pelo presidente da ABHB, Luciano Dornelles

Com o objetivo de compartilhar experiências e ver de perto o contexto da raça que mais cresce na Argentina, diversos técnicos, sócios e criadores brasileiros de Hereford e Braford participaram entre os dias 30 de maio e 2 de junho da XVI Exposição Nacional Braford e VII Exposição Nacional de Terneiros da Argentina, realizada na Sociedade Rural de Corrientes. No cronograma de atividades, mostra e julgamento de animais rústico e argola, além da participação em mais uma reunião da Federação Braford do Mercosul (FBM).

A comitiva brasileira, encabeçada pelo presidente da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Luciano Dornelles de Dorneles, contou ainda com a presença do diretor administrativo, Eduardo Soares, da diretora de marketing, Celina Maciel, do presidente do CDT, Aldo Tavares, dos sócios e criadores Manoel Zirbes, Raul Southal, Frederico Sastre, Ademir Hoinaski Filho, Clóvis e Fernando Cassol, Fernando Faria Correia, além dos técnicos José Antônio Corrêa e Emmanuel Cabral, do veterinário Diego Kasali e do gerente de operações da ABHB, Felipe Azambuja.

O volume de animais, que somou cerca de 540 inscritos, e a padronização dos lotes foram o destaque desta edição, conforme opinou o presidente da ABHB. “Ficamos muito impressionados com a mobilização dos criadores argentinos, o que resultou em um público excelente e mais de 500 animais em pista”.

Sobre a enorme representativa brasileira, reunido cerca de 30 criadores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, foi enfático: “temos a cultura e a tradição de garimpar genética e a Nacional de Corrientes, pela grandeza da mostra, reúne o melhor da raça Braford na Argentina, o que torna a Exposição uma oportunidade singular de conhecimento e comparativo das diversas linhagens que se apresentam em pista”. Mesmo com todos os elogios à raça, Dorneles afirma que em uma disputa o Braford Brasileiro não perde em nada para o do país vizinho, haja vista a recente conquista mundial, no Texas (EUA). “Nosso touro de Bagé, o Punto Final, da Cabanha Santa Helena, foi escolhido o melhor reprodutor da raça no mundo”.

Mais de 500 exemplares foram inscritos para a Mostra

São produtos diferenciados, explica o presidente do CDT, Alto Tavares. O Braford argentino é composto basicamente pelo cruzamento com o Brahman, o que confere uma uniformidade maior aos lotes. “O momento do Braford na Argentina é fenomenal. É uma das raças que mais cresce quando o assunto é a venda de sêmen. O padrão racial encontrado é muito interessante. São animais precoces, com camiseta, alta fertilidade, carniceiros e aptos a atender o mercado de carne local”, explicou Tavares, que voltou da Argentina extremamente impressionado com a receptividade e a adesão dos criadores, que mesmo sob fortes chuvas e frio intenso, não arredaram o pé das arquibancadas. “A maior exposição da história, retrata o momento do Braford na América Latina”, opinou.


Tiziana Prada, vice-presidente da Associação Braford Argentina, que na semana passada esteve presente na Exposição Nacional HB, em Uruguaiana, era só elogios à presença brasileira no país vizinho. “Estamos muito felizes em fortalecer os laços com nossos criadores brasileiros. Foi uma Exposição maravilhosa e ter delegações como a de vocês nas arquibancadas retrata o poder da nossa mostra! Esperamos vê-los em breve para podermos continuar trocando informações e experiências que consolidem a raça Braford no Mercosul!”, disse ela.

Federação Braford do Mercosul (FBM)

Na oportunidade, também foi realizada mais uma reunião da Federação Braford do Mercosul, um projeto de integração criado em 1995 entre os criadores da raça no Paraguai, Uruguai, Argentina e Brasil. Além de apresentar as novas diretorias do Brasil e da Argentina ao bloco, o encontro também serviu para debater os próximos passos da raça no mundo.

A reunião reuniu representantes do Paraguai, Argentina e Brasil

“Uma reunião leve, de espírito aberto, com foco na integração. Queremos trabalhar o Braford enquanto bloco, para que a nossa carne seja reconhecida mundialmente pela qualidade e volume encontrados no Mercosul”, adiantou Tavares. Em linhas gerais, o que se buscou na primeira reunião do ano foi projetar, a longo prazo, a marca Braford do Mercosul. “Vamos trabalhar enquanto grupo para que ela se imponha no mundo como uma carne de alta qualidade, que satisfaz o gosto dos consumidores mais exigentes pelo sabor, suculência e maciez, disseminando suas qualidades produtivas, buscando uma política econômica e comercial de bloco”, acrescentou.

Conforme a diretora de marketing da ABHB, Celina Maciel, que acompanha há anos a exposição no país vizinho, o momento não poderia ser mais especial. “Hora de celebrar a difusão genética da raça e contribuir cada vez mais para o seu reconhecimento internacional”. A próxima reunião da FBM já está marcada. Será no dia 11 de julho, no Paraguai, antecedendo o tradicional encontro durante a Expointer, programado para o dia 27 de agosto.

Por Tatiana Feldens, reg. Prof. 13.654
Ascom ABHB

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »