PAMPAPLUS aborda os princípios e a aplicação prática do melhoramento genético com foco nas raças HB

Por em 8 de maio de 2018

Foram mais de 70 inscritos nesta 10ª edição

Santa Maria, localizada na região central do Rio Grande do Sul, foi a sede para a 10ª Edição do Curso Internacional de Melhoramento Genético de Bovinos de Corte do PampaPlus, que chegou ao fim neste último sábado, dia 5 de maio. Realizado durante o ENCORTE, a atividade organizada pela Associação Brasileira de Hereford e Braford em parceria com as Embrapas Pecuária Sul e Gado de Corte e o NESPRO/UFRGS contou com dezenas de participantes divididos entre estudantes, criadores e entusiastas dos caras brancas, sinônimos de qualidade genética e carne com sabor inigualável.

No total, 15 grandes nomes da área da genética bovina do Brasil e do exterior ministraram palestras, participando de mesas redondas e discussões sobre melhoramento genético durante os dois dias do evento. O clima foi de comemoração pelos 10 anos do Curso completados nesta edição que trouxe em destaque as novas tecnologias para o melhoramento genético.

Thais Pires Lopa

De acordo com a Coordenadora de Melhoramento Genético da ABHB, Drª Thais Pires Lopa, a 10ª edição superou as expectativas, principalmente no que tange à participação dos ouvintes durante as palestras e parte prática.  Thais também agradeceu à Agropecuária Sereno, de propriedade do sócio e criador Marcelo Xavier, que cedeu o seu estabelecimento para que a parte prática do curso fosse realizada. Satisfeita com os resultados, projetou: ‘’Para o futuro temos uma boa expectativa, estamos fechando mais projetos e as adesões no programa estão aumentando’’.

Fernando Flores Cardoso

Quem também se mostrou satisfeito com esta edição foi o Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pecuária Sul e Coordenador do Programa PampaPlus pela Embrapa, Dr. Fernando Flores Cardoso, que deu ênfase à qualidade das aulas a campo. Indagado sobre o quê o PampaPlus ainda pode oferecer aos criadores mesmo após uma década de atuação, Cardoso opinou: ‘’acredito que seja a troca de experiências. Aqui reunimos pessoas que vêm pela primeira vez junto às pessoas que já participaram e outras edições, e isso é muito enriquecedor’’. Já no que se refere às edições futuras, o Coordenador afirma que o foco deve estar voltado cada vez mais para a parte de formação e capacitação.

O presidente da ABHB, Luciano Dornelles

A programação começou na sexta-feira pela manhã, com o presidente da ABHB, Luciano Dornelles de Dorneles, dando as boas-vindas a todos os inscritos. O cronograma de palestras iniciou na sequência, com o tema ‘’Interação Genótipo x Ambiente na Era das Avaliações Genômicas’’, apresentada pelo Dr. Fabyano Fonseca e Silva. Na sequência, subia ao palco a atração internacional, falando sobre as ‘’Novas Tecnologias Para o Melhoramento Genético do Hereford e Braford No Uruguai’’. Era a Engenheira Agrônoma e Ph.D. Olga Ravagnolo que participava pela segunda vez de uma edição do Curso.

As discussões seguintes versaram sobre o ‘’Papel do Melhoramento Genético na Pecuária de Corte’’, abordado pelo médico veterinário e professor da UFSM, Dr. Alexandre Nunes Motta de Souza; o ‘’Desempenho de Bovinos Braford em Diferentes Sistemas Alimentares’’, com Luiz Angelo Damian Pizzuti; e “Marcadores Moleculares, Genes de Efeito Maior e o Exemplo da Miostatina no Gado de Corte’’,  com a Bióloga e Ph.D. Fabiane Siqueira.

Fabyano Fonseca e Silva

Ela foi precedida pelo coordenador do PampaPlus pela Embrapa, Médico Veterinário e Ph.D. Fernando Cardoso, que falou sobre ‘’Seleção para Resistência ao Carrapato: Resultados Práticos no Hereford e Braford’’. Ainda foram pauta do primeiro dia de Curso Internacional temas como ’O Melhoramento Animal na Era das DEPs: Entendendo Conceitos Para Usar Corretamente as Informações Disponíveis’’, exposto pelo Engenheiro Agrônomo e Doutor, Roberto Torres; e o Painel do programa PampaPlus, com a abordagem sobre as metodologias, critérios de avaliação e ganhos genéticos com o Pampaplus, índices econômicos e as facilitações no cadastramento dos dados e visibilidade dos resultados – Sistema Informatizado PampaPlusnet, além de capacitação e interação sobre como participar do programa.

O ciclo de palestras da sexta-feira encerrou deixando para o sábado pela manhã a fala da Médica Veterinária Drª. Thais Pires Lopa, coordenadora de melhoramento genético da ABHB. Ela abriu os trabalhos no sábado falando sobre o funcionamento do programa, que hoje totaliza 64 criatórios.  Também foram pauta temas de interesse da cadeia produtiva, como o uso de touros jovens avaliados em provas e programas de melhoramento, seleção de características de carcaça e de qualidade da carne auxiliada pela técnica de ultrassonografia, tendências do mercado de comercialização, e sumário de touros e estratégias de acasalamento.

A parte prática foi realizada com os animais da Agropecuária Sereno

A saída para o Dia de Campo na Agropecuária Sereno ocorreu logo após a última intervenção do Engenheiro Agrônomo e Ph.D. Roberto Torres, que falou sobre  ’Sumário de Touros e Estratégias de Acasalamento’’. Na propriedade, um trabalho minucioso de campo com apresentação das instalações e do trabalho de seleção orientada pelo programa PampaPlus. Os inscritos participaram de duas práticas: Acasalamento (lote de novilhas ou vacas top, meio e cola com dados para orientar acasalamentos) e Coleta de dados desmama e sobreano (lote fêmeas e machos para debater GC, coleta de dados de desempenho e avaliações visuais e processo de seleção nas duas fases).

Julio Barcellos

Voltada para produtores rurais, pesquisadores, técnicos, professores e estudantes, a atividade realizada pela ABHB, pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), através das Unidades Pecuária Sul e Gado de Corte, Geneplus, Polo de Excelência em Genética Taurina (PoloGen) e pelo Núcleo de Estudos de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva (NESPro/UFRGS), e contou ainda nesta edição especial com o apoio da Universidade Federal de Santa Maria, Sebrae, Allflex, ABS Pecplan, Cort Genética, Sicredi, Azevedo Bento e Renascer Biotecnologia.

Por Tatiana Feldens, reg. Prof. 13.654

Colaborou Murilo Alves

Ascom ABHB

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »