Nacional HB inova ao transmitir para o mundo a Onda Cara Branca – Associação Brasileira de Hereford e Braford

Nacional HB inova ao transmitir para o mundo a Onda Cara Branca

Por em 5 de junho de 2018

Foram cerca de 21 horas de transmissões acompanhadas por mais de 15 mil internautas

A edição 2018 da Exposição Nacional Hereford e Braford vai ficar marcada não apenas como a maior dos últimos tempos, mas também por ter sido a mais conectada de todas as edições. Com a intenção de que ninguém ficasse de fora do evento, a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) em parceria com a Rádio Sul Net e a Bezier Filmes realizaram as transmissões de julgamentos, cursos e remates diretamente do Parque de Exposições Agrícola e Pastoril, em Uruguaiana (RS).

Durante os cinco dias de Exposição, mais de 15 mil pessoas de diversas regiões do País acompanharam as cerca de 21 horas de transmissões pelas redes sociais da ABHB e dos parceiros. De acordo com Leôncio Severo, Diretor da Rádio Sul Net, a maior concentração de internautas veio da região Centro-Oeste do Brasil. Participações internacionais também foram registradas, como as do Uruguai e da Argentina, que representaram cerca de 30% do total de acessos.

Leôncio Severo, Diretor da Rádio Sul Net

‘’O feedback foi bem positivo, o público elogiou bastante a transparência e a didática dos jurados durante os julgamentos’’ destacou. Ao falar sobre as próximas edições, Severo projetou: ‘’Em uma próxima oportunidade quem sabe contaremos com mais câmeras, até para entregarmos mais detalhes de ângulos diferentes para quem está assistindo’’.

ASSISTA AO VÍDEO AQUI

Obrigado Associação Brasileira de Hereford e Braford, obrigado #Uruguaiana, apoiadores e parceiros de transmissão.Imagens: Eagle Mídia Digital#Radiosul #regionalporexcelencia #ocampo #agronegócio #boigordo

Publicado por Radiosul Net em Domingo, 3 de junho de 2018

Por falar em região Centro-Oeste, quem também acompanhou a Nacional pela web foi o sócio e criador Ademir Cenci, da Fazenda Sucupira, de Arinos. ‘’No meu caso eu não poderia ir na feira por outros compromissos, então a única maneira que eu achei esse ano de poder estar acompanhando a Nacional foi justamente pelo fato de ela ser transmitida pela internet’’, comentou o criador.

ASSISTA AO VÍDEO DA BEZIER FILMES AQUI

Cenci ainda destacou a importância de ações como esta para o crescimento das raças: ‘’Acho que isso é muito positivo, pois aumenta o público, e a gama de pessoas que têm acesso ao evento é muito maior. Para os criadores também… porque a Nacional dita muitas vezes o ritmo das raças. Como que está sendo feita a seleção, quais os critérios que estão sendo valorizados. Quando o produtor consegue estar acompanhando fica mais fácil para ele estar adequando o seu projeto ao que o mercado e a raça vêm valorizando’’.

Paulo Renato Pinheiro, diretor da Bezier Filmes

Já Paulo Renato Pinheiro, diretor da Bezier Filmes, lembrou que está havendo uma migração tecnológica dentro da pecuária em termos de comunicação e disse que a ABHB está de parabéns. ‘’É responsabilidade dos realizadores disponibilizar acessos em todas as redes sociais como Facebook, WhatsApp e Instagram. Isso ajuda na divulgação das raças e diminui as distâncias para aqueles que não conseguiram participar dos eventos, e na Nacional HB, tivemos uma prova de tudo isso. Transmissão de toda a programação e produção de conteúdo do evento que foi exibido na entrega dos prêmios, causando emoção em todos os participantes. Isso é comunicação digital’’ pontuou.

Presidente Luciano Dornelles durante participação no Jornal do Almoço…

Vale destacar que além das transmissões feitas pelas mídias sociais, a Nacional Hereford e Braford 2018 foi notícia nas principais emissoras de rádio e televisão, com destaque para a entrevista do presidente Luciano Dornelles de Dorneles no bloco local do Jornal do Almoço, da RBS TV, e participação durante a transmissão ao vivo dos remates Virtual Onda Cara Branca e Nacional HB – Tellechea e Bastos pelo Canal Rural.

… e em uma das entradas ao vivo no Canal Rural

Por Murilo Alves, estagiário de Jornalismo

Edição: Tatiana Feldens, reg. Prof. 13.654

Fotos: Ana Virgínia Oyarzábal Guterres  e Marcos Tatsch

Ascom ABHB

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »