Nacional HB: III Copa dos Criadores premia genética rústica em Uruguaiana

Por em 22 de maio de 2018

Aconteceu na tarde desta terça-feira (22/5), durante a programação da Nacional HB 2018, o julgamento da III Copa dos Criadores, idealizada pelo Núcleo Jovem da Associação Brasileira de Hereford e Braford com o apoio da ABHB. A mostra – uma exposição de animais rústicos – reuniu 18 exemplares, sendo dois Hereford e 16 Braford – que foram avaliados pelo sócio e criador Edson Colombo, da Fazenda Mãe Rainha, localizada em Lages (SC).

“Fico muito feliz pelo convite do Núcleo Jovem. Nos deparamos com uma Copa exclusiva a campo onde foram apresentados animais muito bons, com biótipos diferentes e com muito futuro pela frente. Acredito que as escolhas foram certas (…) que o julgamento ficou bem-feito e todos os produtores e os cabanheiros estão de parabéns”.

Colombo não se omitiu sobre o atual contexto social e desabafou: “Nós estamos vivendo um momento de crise política complicado. Mesmo com as estradas fechadas, o produtor brasileiro não teve medo, colocou o gado no caminhão, enfrentou barreiras e está aqui hoje para mostrar que o agronegócio brasileiro é quem movimenta este país e temos que dar exemplo para toda a sociedade”, ponderou ele, atual membro titular do Conselho Fiscal da Associação.

Matheus Suñe e Edson Colombo, jurado da Mostra

Berço da genética Hereford, a Cabanha Touro Passo, de Ricardo Pereira Duarte, levou o grande campeonato entre as fêmeas e os machos, colocando os exemplares Topass Malaquita 1 – 3479 e Topass Tortuga 3 – 3499 nas primeiras colocações da raça Hereford.

Já na raça Braford, destaque para o criatório Sucessão Doralício Lorentz Borges, da Cabanha São Bento do Verde/Cabanha Primavera, localizada em São Sepé (RS). A propriedade colecionou títulos: Melhor Rústica com a exemplar tatuagem 16104; Grande Campeã Braford, com o SBV 38-16076 MAFALDA – 16076; e o Lote Grande Campeã com os animais Te16100, TE16102, 16104. Entre os machos, o Grande Campeão Braford ficou com o R Figura 38-461H, do criador Humberto Jardim, da Agropecuária Rincão da Figura Ltda – Dom Pedrito (RS).

“A edição atendeu a expectativa, tivemos uma redução no número de animais, mas isso já era esperado pelas dificuldades do ano. Muitos criadores voltaram a expor, além de novas propriedades que se somaram a esta edição. Então a gente vê que a ideia está se consolidando. A data também já está firmada dentro da Exposição Nacional, isso nos alegra”, disse Matheus Suñe, presidente do NJHB, ao completar. “A gente brinca que é a série B do negócio, queremos preparar para que os criadores cheguem bem no campeonato de rústicos ou de argola. São animais do mesmo padrão e conformação dos apresentados nas grandes exposições, só falta o preparo para chegar no mesmo nível de peso dos animais superiores da raça”.

As arquibancadas estavam lotadas de criadores e interessados nas raças

Destaque para o criador Landy Lenz, administrador da Fazenda São Bento do Verde, um parceiro que comprou a ideia. “Ele nunca tinha saído de casa, e ano passado foi o grande campeão. Neste ano despontou como o maior expositor. Trouxe trêss trios de fêmeas e mais quatro individuais”, comentou Suñe. “Por isso, a gente agradece muito a ele e aos sócios da Sucessão Doralício, pois além de comprar a ideia, já estão colhendo os resultados com a venda de exemplares a preços excelentes nos remates”.

Confira abaixo a premiação completa:

INDIVIDUAL HEREFORD

Grande Campeã: Topass Malaquita 1 – 3479 – Ricardo Pereira Duarte – Cabanha Touro Passo – Uruguaiana/RS

Grande Campeão: Topass Tortuga 3 – 3499 – Ricardo Pereira Duarte – Cabanha Touro Passo – Uruguaiana/RS

Melhor Conjunto: Topass Malaquita 1 – 3479 e Topass Tortuga 3 – 3499 – Ricardo Pereira Duarte – Cabanha Touro Passo – Uruguaiana/RS

BRAFORD TRIOS

Lote Campeã Vaquilhona e Lote Grande Campeã: Lote 6 – Te16100, TE16102, 16104 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde/Cabanha Primavera – São Sepé/RS

Lote Reservado Campeã Vaquilhona e Lote Reservado Grande Campeã: Lote 5, 16072, TE16212, 16226 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Melhor Rústica: Tatuagem 16104 do lote 6 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde/Cabanha Primavera – São Sepé/RS

INDIVIDUAL FÊMEA

Campeã Terneira: SBV 38-TE 17010 – 17010 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Reservada Campeã Teneira: SBV 38-17100 – 17100 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Campeã Vaquilhona: SBV 38-16076 MAFALDA – 16076 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Reservada Campeã Vaquilhona: SBV 38-16010 – 16010 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Grande Campeã Braford: SBV 38-16076 MAFALDA – 16076 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Reservada Grande Campeã Braford: SBV 38-TE 17010 – TE17010 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

INDIVIDUAL MACHO

Campeão Terneiro: R Figura 38-461H – Humberto Jardim – Agropecuária Rincão da Figura Ltda – Dom Pedrito/RS

Reservado Campeão Terneiro: SBV 38-17005 – – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Campeão Júnior: R FIGURA 38-355RF (XIS) – 355 – Humberto Jardim – Agropecuária Rincão da Figura Ltda – Dom Pedrito/RS

Grande Campeão Braford: R Figura 38-461H – Humberto Jardim – Agropecuária Rincão da Figura Ltda – Dom Pedrito/RS

Reservado Grande Campeão Braford: R FIGURA 38-355RF (XIS) – 355 – Humberto Jardim – Agropecuária Rincão da Figura Ltda – Dom Pedrito/RS

Melhor Conjunto Braford: SBV 38-TE 17010 e SBV 38-17005 – Sucessão Doralício Lorentz Borges – Cabanha São Bento do Verde – São Sepé/RS

Por Tatiana Feldens, reg. Prof. 13.654

Ascom ABHB

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »