Melhoramento Genético é tema central da Jornada de Atualização Técnica da ABHB

Por em 22 de março de 2019

Reunir todos os Inspetores Técnicos Credenciados pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) é uma atribuição desafiadora e que sempre gera grandes resultados. E foi assim, mais uma Jornada de Atualização Técnica, que aconteceu nos dias 14 e 15 de março. Conduzido pelo Presidente do Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da ABHB, Aldo José Tavares dos Santos, o evento teve início no auditório da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO), em Bagé (RS).

Conforme o presidente, a organização dessa edição foi constituída por meio de uma pesquisa de opinião, realizada no ano anterior. A avaliação foi classificada em três categorias: pessoal, técnica e digital. A primeira buscava a ética como profissional e as relações com os criadores. Já a segunda foi dividida em duas etapas: Zootécnica, em que trazia a seleção fenotípica e a seleção genética; E reprodutiva, entendendo todas as ferramentas utilizadas em termos de reprodução animal. Por fim, a digital, em que buscava compreender o uso das tecnologias via computação.

“Grande parte do corpo técnico apontou na pesquisa a necessidade de releitura dos programas de melhoramento genético. Então este ano realizamos palestras que abordassem esse tema”, explicou Tavares.

Para isso, no primeiro dia, a discussão teórica ficou por conta do Dr. Fernando Cardoso, pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, em que apresentou os conceitos básicos de melhoramento e seleção em bovinos de corte e aplicações da genômica no melhoramento animal. Integrando o ciclo de palestras, Dr. Marcos Yokoo, pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, proferiu sobre gene de efeito maior e mutação da dupla musculatura em bovinos de corte. Na sequência, foi a vez de falar sobre ganhos genéticos dos programas PampaPlus, Promebo e Gensys, que ficou a cargo do Médico Veterinário, Dr. Bruno Texeira, da Zootecnista, Silvia Freitas, Superintendente da ANC Herd-Book Collares, e da sócia da Gensys, Dra. Fernanda Brito.

Fernanda que participou pela primeira vez, classificou a experiência como positiva. “É através da jornada que eles têm a oportunidade discutir suas dúvidas e principalmente de verificar as novidades tecnológicas que estão surgindo, as novas implementações e os processos de avanços de quem está fazendo o melhoramento genético. É importante que eles enxerguem e acreditem muito mais nessa tecnologia do rebanho nacional”, afirmou.

Para finalizar o primeiro dia, o presidente do CDT relembrou parâmetros de seleção e tatuagem das raças Hereford e Braford. “A ABHB sempre esteve muito presente no avanço das tecnologias de seleção. Na cidade de Bagé, nós temos uma tradição e um orgulho muito grande de ter uma unidade de pecuária muito forte como a Embrapa Pecuária Sul, com pesquisadores bons e que dão respostas ao mercado através dos seus trabalhos”, sintetiza.

Troca de conhecimento a campo

O segundo dia foi marcado pelo treinamento prático de seleção racial baseado nos programas de melhoramento genético, onde os técnicos entraram em contato com o plantel da Wolf Agricultura e Pecuária.

Recebidos pelos proprietários e criadores Frederico e Patrícia Wolf, os profissionais presenciaram exemplos de processos de melhoramento genético, complementando com o que foi visto nos estudos teóricos.

“Ficamos contentes em receber a equipe de Inspetores Técnicos da ABHB, pois eles são determinantes e fundamentais no processo de qualificação do gado Hereford e Braford. É muito importante essas reuniões de atualização e discussão para alinhar critérios e parâmetros”, relatou Patrícia.

Encerrando as atividades, o presidente do CDT, realizou um treinamento de avaliações morfológicas através de escores visuais com vaquilhonas sobreano. “Buscamos formatar as atividades e realizar uma releitura dos conceitos. É muito significativo que o produtor saiba e sinta que o nosso corpo técnico está atualizado e com capacidade de transmitir informações e discutir as necessidades de crescimento de cada propriedade”, ponderou Tavares.

Engrenagem de sucesso

Atuando na região Fronteira Oeste há vários anos, o Inspetor Técnico Luiz Rafael Lagreca, avaliou o encontro de forma positiva. “No primeiro dia tivemos a oportunidade de discutir e conhecer a área de ganho genético, no qual sempre temos dúvidas, então foi muito esclarecedor. A presença do PampaPlus, Promebo e Gensys nos deu uma visão mais ampla dos programas. Já no segundo dia, em que realizamos a parte prática, também foi muito bom, pois presenciamos um gado de excelente nível”, afirmou.

 

Para Heitor Cheuiche, não foi diferente. Atendendo a região de Goiás, o inspetor destacou a importância de ocorrer o evento anualmente. “Participar das jornadas de atualizações nos coloca nos rumos da diretriz do conselho técnico, além de termos a oportunidade de afinar os critérios e os parâmetros de seleção”, relatou. O profissional salientou ainda a importância de compartilhar os conhecimentos com os colegas. “É muito bom rever os amigos e ter uma troca de experiência, pois cada um está na sua região atendendo as propriedades, então é gratificante ter a oportunidade de nos reunirmos e estar aprendendo uns com os outros”, completou.

A 17ª edição do evento contou com 17 Inspetores Técnicos Credenciados pela ABHB, que atuam no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Goiás.

Texto: Dhésika Vidikin

Fotos: Murilo Alves

Ascom ABHB

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Translate »