Padrão Racial Braford

O padrão racial Braford deverá seguir, de forma geral, tipos biológicos que externamente mostrem ser animais produtores de carne, bem estruturados, precoces e de boa musculatura, indicativa de alto rendimento de carcaça, adaptados às diferentes regiões climáticas do país.

Assim, em ordem de importância econômica, a fertilidade e desenvolvimento, a conformação e a pelagem, deverão ser observados. O peso relativo de cada característica será atribuído pelos inspetores de campo. O padrão racial e as características fenotípicas do Braford serão anualmente revisadas pelo Conselho Técnico da ABHB.

1. Sexualidade:

Machos:
Cabeça e corpo de aspecto masculino. Pelo curto e lustroso, com as devidas variações conforme zona e época do ano. Serão eliminados animais com desvio de septo.
Testículos devem mostrar, à simples vista, normalidade anatômica, bom tamanho (circunferência escrotal nunca menor do que a recomendada pelo Colégio Brasileiro de Reprodução Animal), desprovidos de prega testicular e bom desenvolvimento da cauda do epidímo. São desejáveis sacos escrotais bem pigmentados. Prepúcio de tamanho médio ou curto. (Ver Manual do Criador de Braford) Boca: no caso de haver prega dianteira, esta não poderá exceder a boca, ao se visualizar o animal pela linha latero-horizontal. Mucosas internas com tendência a ficar expostas são indesejáveis. Animais “prepuciudos” ou mal conformados serão eliminados.
Aprumos bem implantados, sendo indesejável a perna reta (garrões retos).

Fêmeas:
Cabeça e corpo de aspecto feminino. Serão eliminados animais com desvio de septo. Pelo curto e lustroso, com as devidas variações conforme zona e época do ano.
Vulva de tamanho adequado, com tetas de tamanho médio. Umbigo médio ou pequeno.
Aprumos: igual aos machos.

2. Desenvolvimento e Conformação:

Em ambos os sexos, o desenvolvimento individual será avaliado sempre em relação a seus contemporâneos, obedecendo a um limite mínimo padrão da raça, e às condições ecológicas onde vivem (tipo de campo, clima). Nos machos se evidenciarão aqueles com melhor ganho por dia de vida, procurando os animais de maior comprimento e musculosidade, profundos no costilhar. Serão discriminados os animais muito altos, pouco profundos no costilhar, o que geralmente está associado com baixos ganhos de peso e pouca musculosidade.

3. Pelagem:

Nos ventres base O.D., graus de sangue ½ – ¼ – ¾, sempre deverá aparecer aporte de sangue Hereford, sendo eliminadas as pelagens totalmente tapadas, excetuando-se o grau de sangue ¾, onde serão aceitas.
Especificamente no que se refere à pelagens, a postura técnica recomenda ser mais liberal nas fêmeas do que nos machos. O mesmo procedimento é altamente recomendável, também no que se refere a utilização de genética de origem zebuína de outras raças, que não a Nelore, e permitidas pelo Regulamento.
Devem ser eliminadas pelagens OVEIRA, JAGUANÉ, PRETA e COLORADA, assim como as pelagens BAIA CLARA e BAIA ESCURA sem diluição da cor. A pelagem BAIA com presença de branco nas cruzes, lombo e traseiro, é objetável nos graus intermediários, mas não desclassificatória. A pelagem OSCA poderá ser aceita em fêmeas ½ e 3/8. A pelagem SALINA poderá ser aceita desde que esta característica esteja presente nas partes brancas do Hereford e não avance para a capa vermelha. O SALINO será aceito se tiver 50% do pelo vermelho. As pelagens BRASINAS serão aceitas, inclusive as de fundo negro, sem objeção.
No grau de sangue final – 3/8 -, todos os animais, tanto machos quanto fêmeas, sempre deverão, de acordo com o Regulamento de Registro da raça, ser de Origem Conhecida. Entretanto, deverão se enquadrar nas características e pelagens destacadas pelo Padrão Racial Braford. As mesmas exigências são válidas para touros nos graus intermediários ½, ¼ e ¾.
Animais com mucosa ocular totalmente despigmentadas, em um ou ambos os olhos, deverão ser eliminados.
O aproveitamento de material genético considerado como superior nas avaliações genéticas da raça, que não esteja enquadrado nas características fenotípicas de pelagem, somente se dará via Relatório de Recursos Genéticos (ver item 6).

4. Temperamento:

Em ambos os sexos, dócil porém alerta, levando em consideração a composição racial.

5. Parâmetros de Peso:

Os pesos mínimos para tatuagens, obedecerão aos mesmos estipulados para a raça Hereford, independente do grau de sangue, ou seja:
– F 2 anos = 320kg de peso vivo;
– F 3 anos = 400kg de peso vivo;
– M 2 anos = 450 kg de peso vivo;
– M 3 anos = 550kg de peso vivo.
Estes pesos devem ser revistos anualmente, tomando-se como base um levantamento das inspeções dos técnicos.
A proposição de uso de uma tabela com evolução de pesos por mês de idade já foi aprovada pelo Conselho Técnico e deve ser usada preferencialmente.

6. Relatório de Recursos Genéticos Braford:

Este Relatório de Recursos Genéticos relaciona animais jovens, machos e fêmeas de 2 e 3 anos, considerados como de mérito genético superior na raça ou grupamento racial, em função do desempenho quanto ao Índice Final de seleção do PROMEBO – Decas de 1 a 4. Estas estimativas de DEPs, Índice e Decas, serão obtidas a partir de análises conduzidas sobre uma base dados centralizada e única, envolvendo os rebanhos conectados da raça ou grupamento.
Visando o aproveitamento de material genético superior e que não está balizado plenamente dentro das pelagens aceitas pelo Padrão Racial, animais de origem conhecida e que estejam relacionados no Relatório de Recursos Genéticos da raça ou grupamento (decas 1 a 4 para índice final) poderão ser registrados, prevalecendo, deste modo, estas últimas condições sobre as variações de pelagem.

7. Considerações Finais:

Por entender-se que a raça BRAFORD não deverá evoluir aceitando problemas genéticos, é que reforça-se o conceito de que, principalmente nos reprodutores, a mucosa ocular totalmente despigmentada (albina) em um ou ambos os olhos, bem como prepúcios grandes ou mal conformados, deverão ser eliminados, independentemente de seus méritos genéticos estimados (DEPs) para ganho de peso, índices de seleção Braford ou grau de sangue.

Conheça mais sobre a raça no Manual do Criador Braford na sessão de downloads

Translate »